Webinar - Ciclos com Dr. Roni-BannerSite.jpg

PROGRAMA

 

As altas taxas de sintomas psicológicos, nomeadamente ansiedade, depressão, comportamento suicida e síndrome de stress pós-traumático foram relatadas na população em geral durante a epidemia de COVID-19, independentemente do estado infecioso. Facto é que a maioria das pessoas que sofrem de COVID-19 irá recuperar; sendo a recuperação definida principalmente em termos de remissão dos sintomas das vias respiratórias. Mas será este o fim da história para estes pacientes? Há cada vez mais provas de que os coronavírus propagam-se aos órgãos extra-respiratórios, nomeadamente ao sistema nervoso central (SNC). Os sintomas neurológicos e a disfunção cognitiva subclínica no rescaldo da infeção por SARS-CoV-2 são resultantes de causas múltiplas e interativas, nomeadamente danos diretos pelo vírus no córtex e estruturas subcorticais adjacentes, efeitos indiretos devido a deficiências sistémicas não-SNC e traumas psicológicos. O hipocampo parece ser particularmente vulnerável a infeções por coronavírus, aumentando assim a probabilidade de perturbações da memória pós-infeção, e aceleração de doenças neurodegenerativas como a doença de Alzheimer. Embora a ansiedade, depressão e síndrome de stress pós-traumático sejam também comuns em doentes com síndrome do desconforto respiratório agudo, e possam contribuir para o défice cognitivo, há algumas evidências que sugerem que tais complicações ocorrem independentemente de problemas psicológicos, e estão associados à gravidade da infeção. As dificuldades cognitivas são características sintomáticas de todas as perturbações mentais. 

 

Assim sendo, este microciclo está dividido em 2 webinars e tem como objetivo principal esclarecer as associações científicas com os distúrbios psicológicos, cognitivos e neurológicos decorrentes da epidemia do COVID-19 e apoiar a recuperação mental e cerebral com protocolos naturais da linha de produtos integrados 2M Pharma sob a perspetiva biomédica.

2º Ciclo - 24 de Novembro

PERTURBAÇÕES PSICOLÓGICAS

E COGNITIVAS DEVIDO À COVID-19

 

OBJETIVO:

O objetivo deste webinar é discutir as principais complicações psicológicas e consequências cognitivas decorrentes da epidemia de COVID-19 e construir protocolos práticos em suplementação nutricional para apoiar e melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

 

 

As dificuldades cognitivas são características sintomáticas de todas as perturbações mentais. Elevados níveis de sintomas psicológicos, notavelmente ansiedade, depressão, comportamento suicida, psicoses, alucinações e síndrome de stress pós-traumático têm sido relatadas na população em geral após epidemias anteriores de coronavírus humanos (HCoV), independentemente do estado infecioso. Assim, embora se possam esperar taxas mais elevadas de sintomas psiquiátricos na população em geral após a epidemia devido à exposição a eventos traumáticos da vida (perda de rendimentos, medo, morte de amigos e familiares), as pessoas inseridas neste grupo podem ser indivíduos cujos distúrbios cognitivos e psicológicos estão diretamente relacionados com alterações cerebrais do HCoV. Poderá então levantar-se a questão de saber se este último grupo irá responder a um tratamento padrão, por exemplo com antidepressivos, ansiolíticos e terapias cognitivas.