Banner_Autotestes-01.jpg

Autotestes

COVID-19

Laboratório Biomédico Suiço

Banner_AutotesteAntigénio-11.jpg

Teste Rápido 

Antigénio

Laboratório Biomédico Suiço

 
Primacovid - Antigen Individual New.jpg

Teste Rápido de Antigénio
Teste rápido para a deteção qualitativa de antigénios SARS-CoV-2

presente em amostra da área nasal anterior interna (fossas nasais)

AUTOTESTE COVID-19 REGIME EXCECIONAL

Dispositivo médico registado no Infarmed (SIDM) com o CDM 67405460 (isento de IVA)

O QUE É UM TESTE ANTIGÉNIO?

Os testes de pesquisa de antigénio desenvolvidos para o diagnóstico do SARS-CoV-2, detetam as proteínas específicas do vírus no trato respiratório.

Vantagens:

• Deteção precoce de casos de infeção;

• Testagem não invasiva;

• Resultados num curto período de tempo;

• Sem a complexidade laboratorial e de fácil utilização;

• Leitura visual dos resultados.

Características do teste para amostra nasal:

De acordo com o estabelecido na Circular Informativa Conjunta

N.º 005/CD/100.20.200 de 19/03/2021

A QUEM SE DESTINA?

O Teste Rápido Antigénio Covid-19 destina-se a ser utilizado como autoteste, por pessoas, com ou sem sintomas, como primeira abordagem no diagnóstico de COVID-19.

Conteúdo:

 

1. Cassete de Teste;

2. Ampola de dose única de reagente;

3. Zaragatoa Nasal (Swab Nasal);

4. Tubo vazio para colheita e extração da amostra com tampa conta-gotas;

COMO SE REALIZA O TESTE?

TRAg realizado em amostras da área nasal anterior interna (swab nasal).

 

 

 

 

 

 

 

 

1. Recolha a amostra nasal usando a zaragatoa fornecida.

Suavemente rode em ambas as narinas e retire para fora.

2. Insira a zaragatoa no tubo de recolha de amostra e rode durante 10 segundos.

Remova a zaragatoa enquanto aperta as laterais do tubo para extrair o máximo de líquido possível.

3. Adicione 3 gotas da amostra extraída no poço da amostra.

Leia o resultado após 15 minutos.

 

INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS

E COMUNICAÇÃO

  • Em caso de sintomas ou contato com pessoa infetada deve contatar o Centro de Contacto SNS24 (808 24 24 24) independentemente do resultado do teste;

  • Um resultado positivo ou inconclusivo deve ser comunicado diretamente por contacto telefónico ao Centro de Contacto SNS24 (808 24 24 24) ou através do preenchimento de formulário eletrónico a ser criado oportunamente na página web covid19.min-saude.pt;

  • A comunicação de um resultado positivo deve ser acompanhada sempre que possível de informação relativa à identificação comercial do autoteste (marca), fabricante e código identificativo do lote do teste utilizado.

Os Resultados Negativos deverão ser comunicados em formulário eletrónico a disponibilizar oportunamente. A notificação dos resultados é igualmente importante para monitorização da atividade nacional de testagem.

PRIMACOVID Autoteste-09.jpg

Autoteste

PRIMACOVID

Laboratório Biomédico Suiço

 

A PRIMA Lab e a 2M Pharma têm o prazer de anunciar uma importante conquista resultante do árduo trabalho dos últimos meses: PRIMACOVID, um Autoteste serológico para a COVID-19.

Experiência, trabalho em equipa e uma enorme dedicação, resultaram no primeiro Autoteste serológico para a COVID-19 com certificação CE. O nosso principal objetivo é ajudar o maior número de pessoas a responder facilmente a uma pergunta frequente, no conforto da sua própria casa: "Estive ou não em contato com o vírus SARS-CoV-2?"

PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO DO TESTE

 

O teste serológico COVID-19 é um ensaio imunocromatográfico de fluxo lateral para a deteção qualitativa de Imunoglobulinas G (IgG) e Imunoglobulinas M (IgM) contra SARS-CoV-2 em amostras de sangue periférico. Imunoglobulinas, ou anticorpos, são proteínas produzidas por células específicas do sistema imunitário em resposta à presença de elementos estranhos ao organismo, os antigénios (bactérias, vírus, microrganismos e outras substâncias). As IgM são as principais imunoglobulinas da resposta primária do organismo a uma nova infeção, proporcionando uma proteção de curto prazo. A concentração destes anticorpos aumenta por algumas semanas, diminuindo gradualmente no final da infeção. As IgG, por outro lado, representam cerca de 70-80% das imunoglobulinas no sangue, sendo o anticorpo mais importante da resposta imunitária secundária e geralmente produzidas mais tarde do que as IgM. Os níveis de IgG, geralmente, tendem a aumentar por algumas semanas até estabilizar, estando associados à memória imunológica que confere a capacidade do sistema imunitário reconhecer de forma rápida e específica um antigénio com o qual esteve em contacto anteriormente.

Componentes do teste:

• 1 cassete de teste e um saco dessecante;

• 1 frasco conta-gotas contendo reagente de diluição;

• 1 pipeta capilar para colheita de sangue;

• 2 lancetas esterilizadas de ponta de dedo para auto-extração de sangue;

• 1 gaze de limpeza antissética;

• 1 folheto de instruções de utilização.

PORQUÊ A NECESSIDADE DE UM TESTE SEROLÓGICO COVID-19?

A utilização do teste serológico COVID-19 é extremamente relevante, pois pode ajudar a identificar pessoas potencialmente afetadas pelo SARS-CoV-2, permitindo-lhes a adoção de medidas de precaução para reduzir a propagação do vírus. É importante lembrar que o período de incubação, período entre a exposição ao vírus e o aparecimento dos primeiros sintomas, é de 1 a 14 dias, com prevalência de 3 a 7 dias. Sendo que, os anticorpos IgM e IgG para SARS-CoV-2, geralmente, começam a aparecer no sangue cerca de 1 a 2 semanas após os primeiros sintomas, com níveis de IgM diminuindo no final da infeção, enquanto os de IgG permanecem elevados por um período mais longo. Por este motivo, estes testes são uma ferramenta essencial tanto para quem tem dúvidas de ter contraído o vírus recentemente, sobretudo no caso de sintomas ligeiros ou ausência de sintomas, como para a monitorização contínua de possíveis exposições. Convém referir que os testes serológicos não substituem os testes moleculares de referência (zaragatoa naso-orofaríngea por RT-PCR) podendo ser, no entanto, usados de forma complementar.

COMO FUNCIONA O TESTE:

1) Recolha uma amostra de sangue após picar o dedo com a lanceta estéril. Dois métodos de amostragem são sugeridos, prestando atenção para evitar a formação de bolhas de ar.

2a) Segure a pipeta horizontalmente sem pressionar o bolbo e coloque-a em contato com a gota de sangue, que entrará na pipeta por capilaridade até à linha de marcação.

2b) Alternativamente, coloque a pipeta numa superfície plana com a ponta saliente em relação ao rebordo, a seguir coloque a gota de sangue em contato com a pipeta, que entrará por capilaridade até à linha de marcação.

3) Deposite a amostra de sangue na cavidade de amostra (S) da cassete, pressionando o bolbo da pipeta.

4) Adicione 1 gota de reagente no poço de amostra (S), aguarde 5 segundos e adicione uma segunda gota. Espere 10 minutos e depois leia os resultados

INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS

IgG Positivo

IgM Positivo

IgG e IgM Positivos

Negativo

Inválido

Para mais informações entre em contacto com a nossa equipa técnica/comercial.